OS IMPACTOS SOCIAIS E AMBIENTAIS DA GESTÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS EM BELÉM: A UTILIZAÇÃO DOS MÉTODOS DE VALORAÇÃO ECONÔMICA

Autores

  • Vanusa Carla Pereira Santos

Resumo

A gestão dos resíduos sólidos em Belém é uma questão complexa e urgente, pois o consumo aumenta incessantemente e a quantidade de resíduos sólidos aumenta na mesma proporção e cria o problema sobre o que fazer com o lixo produzido nesta cidade. Uma das soluções tem sido reaproveitar os resíduos, para diminuir a quantidade de lixo direcionado aos aterros sanitários e ao mesmo tempo criar uma fonte de renda para os catadores, ou seja, um programa de coleta seletiva, onde todos ganharão, além dos benefícios ambientais de uma cidade livre de lixo. A disposição incorreta dos resíduos provoca sérios problemas ambientais para a cidade e destrói o meio ambiente e os métodos de valoração econômica dos impactos ambientais são fundamentais neste processo, identificando os danos ambientais já existentes e quantificando a sua recuperação além de também trabalhar com a prevenção destes danos, com seguros ambientais, evitando assim problemas ambientais futuros. Pois a valoração ambiental corresponde a uma importante ferramenta para a gestão do meio ambiente, fornecendo elementos para valorar os bens e serviços ambientais, utilizando diferentes métodos para mensurar estes bens e serviços. Logo, o objetivo deste trabalho é discutir sobre a utilização destes métodos de valoração econômica dos impactos ambientais e a questão dos resíduos sólidos em Belém e RMB, utilizando para isto as políticas públicas, para viabilizar a coleta seletiva em Belém, através do sistema de cooperativas e associações, num trabalho conjunto dos catadores, da Prefeitura, e da comunidade. A metodologia utilizada foi de caráter qualitativo, utilizando dados empíricos para a análise de informações coletadas junto às associações e cooperativas de catadores de resíduos de Belém e RMB. Também será quantitativa, utilizando os dados coletados pelos métodos de valoração econômica dos impactos ambientais, que são fundamentais neste processo, identificando os danos ambientais já existentes e quantificando a sua recuperação e também a prevenção destes danos, que serão essenciais para a simulação dos seguros ambientais, evitando assim problemas ambientais futuros. Dados comprovam que a coleta seletiva traz uma economia significativa ao município de Belém, na questão da disposição do lixo no aterro, pois esta disposição é paga e o valor tem um impacto substancial nas contas públicas. Diminuindo esta disposição, via coleta seletiva, haverá uma diminuição nos gastos com lixo, que poderá ser direcionada a outras áreas essenciais na sociedade.

Publicado

2019-12-01

Edição

Seção

Energia, sustentabilidade, meio ambiente e sociedade