ANÁLISE DO PGRS DE UMA FÁBRICA DE POLPA DE AÇAÍ NO MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO DO PARÁ–PA

Autores

  • Murylo Augusto Ribeiro Macedo
  • Ruth Jemima de Oliveira Lessa
  • Nádia Venâncio de Oliveira
  • Felipe da Costa da Silva
  • Andréa Fagundes Ferreira Chaves
  • Lucy Anne Cardoso Lobão Gutierrez

Resumo

Os processos industriais são responsáveis pela geração exacerbada de resíduos derivados dos produtos fabricados, estes com características e composições diferentes devido ao tipo de indústria e as técnicas e tecnologias aplicadas à produção. Em razão disso, é indispensável que as fábricas e indústrias passem a contar com um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – PGRS e o adequado funcionamento deste. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar o PGRS de uma fábrica de açaí no município de São Francisco do Pará – PA. Para isso, foi realizada a coleta de dados a partir de uma entrevista realizada com uma funcionária da fábrica, seguida de uma análise do PGRS com base na Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei n° 12.305/2010. Os resultados apontam que a fábrica obedece às condições estabelecidas no seu PGRS, com destinação final correta e com projetos de reutilização interno e externo, além de o Plano em si está de acordo com as diretrizes estabelecidas pela legislação vigente.

Publicado

2019-12-01

Edição

Seção

Energia, sustentabilidade, meio ambiente e sociedade