Análise Ergonômica do Trabalho e Trabalho Informal

Uma Revisão Bibliométrica

Autores

  • Marcela Elana Souza Silva Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)
  • Raoni Rocha Simões Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

Palavras-chave:

Ergonomia, Análise do trabalho, Trabalho precário, Trabalho informal, Motorista entregador

Resumo

A Análise Ergonômica do Trabalho (AET), possibilita um estudo voltado para a atividade real do trabalhador, identificando como as condições de trabalho refletem tanto na sua saúde física quanto mental. Nesse sentido, utilizar a AET para compreender a relação entre o trabalho informal e sua precarização é uma importante forma de abordagem que deve ajudar na construção de melhores alternativas para o ambiente de trabalho, a partir de uma análise social do trabalho real. Objetiva-se, com este artigo, trazer dados que possam ser utilizados em uma pesquisa voltada à análise da atividade dos entregadores que se submetem ao sistema do trabalho informal. Para tanto, foi realizada uma Revisão Bibliométrica da literatura. A partir disso, dados foram produzidos permitindo visualizar resultados que podem ajudar em outras pesquisas que tenham como interesse temas semelhantes. Concluímos assim, que existe a necessidade de analisar o trabalho informal através de uma perspectiva etnográfica.

Publicado

2023-12-02

Edição

Seção

Economia Solidária, incubação, trabalho e gestão