Curricularização da extensão e adequação às DCNs 2019 nos cursos de engenharia

processos, desafios e oportunidades

Autores

  • Wagner Ragi Curi Filho UFOP
  • Celso Alexandre Souza Alvear UFRJ
  • Sandra Rufino UFRN
  • Julia Soares Pereira Santos UFRJ
  • Cristiano Cordeiro Cruz ITA

Palavras-chave:

Educação em engenharia, Curricularização da extensão, Diretrizes curriculares nacionais, Cursos de Engenharia

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar parte dos resultados de uma pesquisa que buscou identificar o panorama sobre como anda o processo de implantação da curricularização da extensão e das DCNs nos cursos de engenharia no Brasil. A pesquisa se deu a partir de um survey, no qual obteve-se respostas de 128 cursos em um universo de 720 Os resultados da pesquisa permitiram constatar que a maioria dos cursos está preocupado em atender às DCNs antes de curricularizar a extensão. As competências mais buscadas são a aprendizagem autônoma e capacidade de desenvolver soluções de engenharia. A maioria dos cursos estão preocupados em formar egressos para trabalharem em empresas capitalistas. Os cursos buscaram realizar o processo de curricularização da extensão sem alterar as estruturas do curso. Espera-se que os resultados deste trabalho suscitem novos debates para quem e para quê, os cursos de graduação em engenharia de universidades públicas estão formando seus egressos.

Publicado

2023-12-02

Edição

Seção

Universidade, formação na engenharia e educação