A Sociedade do Cansaço

o papel da lógica dominante na imobilização do ensino em Engenharia

Autores

  • Maria Eduarda Faversani Furtado Universidade Federal de Santa Catarina
  • Thiales Barbosa Madalena
  • Ruham Victor de Souza Jacy

Palavras-chave:

Ensino em Engenharia, Sociedade do cansaço, Doenças neuronais, Psicopatologias, Desmobilização

Resumo

O presente artigo busca levantar e avaliar de forma qualitativa fatores que caracterizam a sociedade do cansaço e seus efeitos dentro da sociedade e como isso reverbera no ensino de Engenharia. É feito um compilado de documentos publicados ao longo dos anos com a intenção de entender pelo contexto histórico o modelo de trabalho presente hoje na sociedade assim como as iterações entre as pessoas que a compõem. Busca-se também entender como a tecnologia está interferindo na saúde das pessoas sendo um grande vetor do aumento do índice de ocorrência de doenças neuronais ou psicopatologias entre jovens e adultos. Por fim, explora-se como esse contexto contribui para o afastamento da sua própria discussão dentro do ensino de Engenharia, através da crítica à lógica dominante de ensino reacionário, preparando os futuros engenheiros para um trabalho puramente técnico e imobilizado, atendendo os interesses neoliberais.

Publicado

2023-12-03

Edição

Seção

Universidade, formação na engenharia e educação